Tá uma bagunça. No guarda-roupa, na cabeça, no coração.

Clarice Lispector. (via reprovador)
via source
via

Me desculpe, eu sempre quero falar com você. Sinto muito quando demora muito para responder, eu fico triste. Me desculpe se eu digo coisas que podem te chatear. Me desculpe se eu sair como irritante. Sinto muito se você não quer conversar comigo tanto quanto eu quero falar com você. Me desculpe se eu penso em você muito e muito frequentemente. Me desculpe se eu digo coisas insignificantes. Me desculpe se eu te falar sobre meu drama sem sentido. Me desculpe se eu sair como sendo pegajoso, mas é porque eu gosto de você.

Anônimo. (via reprovador)
via source
Se você quer que der certo, entrega nas mãos de Deus.
via source

Como explicar uma coisa que nem eu mesmo consigo entender?

Um homem de sorte. (via relevou)
via source

— Cuida da tua vida.
Vem cá.

Ela não entendeu, mas veio. (via relevou)
via source

Também não vale a pena fingir um equilíbrio que eu não tenho.

Caio Fernando Abreu. (via reprovador)
via

Vê o rosto ferido e borrado de maquiagem? É como você vai me encontrar a maior parte do tempo. Não estranhe o coque mal feito no cabelo e as roupas largas. Isso ainda é o que me dá um pouco de conforto. Vê esta pulseira com vários pingentes pendurados? Bem, não significa nada, mas me deixa um pouco mais “humana”. Eu não sou assim, sabe? Digo, amável, viva, ou o que seja. Tenho aversão a carinho, a demonstrações de afeto, ou a qualquer coisinha que ameace me desmontar. E eu desmonto muito fácil, sabe? É terrível ser eu mesma na maior parte do tempo. E quanto a toda minha grosseria… Não a leve à sério. Sou medrosa, e me escondo atrás dos palavrões, das respostas curtas, dos olhares cortados, de tudo o que eu julgo ser maior do que eu. E eu costumo achar tudo tão grande, sabe? Me sinto um parasita na maior parte do tempo, e quase sempre não sei o que faço ou o que procuro aqui. Mas acho que tudo isso é uma caminhada e que deve haver alguma recompensa no final. E se não houver… Bem, ao menos não me martirizei tanto enquanto vivia. Quanto ao meu perfume, tenho dito que é forte. Ele gosta de ficar nas pessoas. Na roupa ou mesmo no coração. É engraçado porque tanto em um como em outro, depois de uma boa lavagem, o cheiro sai e é esquecido. Sim, sim, acontece comigo também, o tempo todo. As pessoas tem a memória ruim, ou simplesmente sentem preguiça de lembrar. E dói, não é? É por isso que, talvez, mas só talvez, meu círculo de amigos anda sempre tão pequeno e fechado agora. É difícil me atravessar, e eu hoje em dia sinto preguiça de ensinar as pessoas a lidarem comigo. É, eu sei… Nada fácil de lidar. É complicado ser tão difícil. Eu ando sempre tão sozinha, sinto saudade de não estar.

Lunara   (via prestigiador)
via source
via
AÊ NA MORAL, vamo valorizar quem valoriza a gente né não
via
via
"Sabe de nada inocente" Tu que pensa ingênuo.
via
via
viva os dias como se fossem o último, pq pode ser
via

A saudade não me deixou te esquecer.

Scracho
(via relevou)
via source